terça-feira, 23 de setembro de 2008

MULHERES VESTIDAS DE FLORES


Sou apenas um simples beija-flor disfarçado

a oscular mulheres vestidas de flores,

porém nas asas trago o peso do fardo

de no amor sofrer tantos dissabores

-

Foram diversos os amores que vivi

assim como inúmeras rosas beijei,

e às muitas mulheres para as quais sorri

a todas, como às flores, também desejei

-

No jogo do amor, no entanto, falhei

como igualmente nos jardins, bem sei,

no ir e vir do tempo tudo esmaeceu

-

De tal modo disfarçado quis amar

mas flores-mulheres não me viram voar,

para elas e as flores minha voz morreu

2 comentários:

Ana S. disse...

Oi Gilbamar!
Lindo poema de amor.
Vamos sempre sofrer dissabores de amor até encontrarmos a pessoa certa. :)
Beijos

mundo azul disse...

Um belo poema, meu amigo!

Sempre um prazer vir aqui...


Beijos de luz e o meu carinho!!!