segunda-feira, 13 de outubro de 2008

DEIXEI-ME LEVAR PELA BRISA


Foi fácil deixar-me guiar pelo vento
e permitir que uma flor me seduzisse,
mas no gelo do adeus se foi o alento,
como se a alegria em mim sumisse
.
E nesse desenlace tão desconcertante,
eu lembrava esse beija-flor sem jardim
que espalha o seu beijo a todo instante
no único e perdido campo de jasmim
.
Devaneando sem rumo, pasmo, então,
tremulei sem rota, bandeira rasgada,
atingida pela força de um arpão
.
Rodopiando pelo céu azul a cair,
chama fraca perecendo, apagada,
como essa flor que jamais chegou a florir

23 comentários:

ayamlin disse...

Hello!
Thank you for your sweet comment on my blog.
I really like your blog, too!
I can't read it. but what a beautiful picture!
I like the color of leaves also what a cuttie the birds are!
I'm pleased to meet you on the blog:)

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Quem dera ser beija-flor!


adorei!

beijinhos

elisabete fialho disse...

Leitura suave e amena esta
Aquele abraço

Agulheta disse...

Leitura suave,onde fala em tantas coisas que gosto,s pássaros da foto lindos.Beijinho

Uma Ilha disse...

Lindo este soneto!!!
Abraço fraterno
Uma ilha

EU MULHER disse...

Que pena que essa flor jamais chegou a florir...

Bjus meu amado!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim agradecer vc Gilbamar pela visita,pelo apoio,pelo carinho,obrigado.

beijooo.

Véu de Maya disse...

gosto muito do elemento lírico da sua poesia...leveza de ar e de palavra...
agradeço a sua visita...vou linkar o seu espaço para acesso mais fácil...

abraço poético

Hermínia Nadais disse...

Olá! Obrigada pela visita, pois através dela cheguei aqui, a esta maravilha de espaço.
Obrigada por tantas coisas lindas!
Seja feliz

Ana Martins disse...

Lindo soneto,
adorei.

Beijinhos

EternaApaixonada disse...

Mais uma página linda!
Palavras suaves que levam ao coração.
Adoro chegar aqui.
Beijos carinhosos e uma ótima semana!

tossan disse...

O jardim há de florir e o Beija-flor terá um lar. Eu garanto. Abraço

Cleo disse...

Soneto um pouco melancólico, mas maravilhoso.
Uma linda quarta prá você.
Beijos.
Cleo

Val Du disse...

Vento, flor, beija-flor e céu azul...tudo muito bom e agradável.

Dá para sentir um aroma suave de jasmim.

Beijos

O Profeta disse...

Mágnifica poesia...


Este impaciente vento
Solta a espuma de um escuro mar
Mistura o pranto e o riso
Aprisionados em sal solto no ar

Indomável é a tua vontade
Alimentas o fogo da solidão
Percorres caminhos incertos
Dás inquietação a uma oração



Boa semana



Abraço

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Gilbamar, vim agradecer o carinho de sua visita e fiquei encantada pelos seus versos!
A clausura do botão só é rompida se tivermos seiva o suficiente!
beijos e borboleteios!

Mahya disse...

Gilbamar querido, desculpe mas so agora eu vi seu recadinho foi o primeiro recadinho que recebi, vou guardar ele no meu coracao..fiquei maravilhada de tanta alegria em ter o prazer de te conhecer....eu estou comecando agora com blog nao entendo muitas coisas...seu blog e demais de maravilhoso...suas poesias me da muita paz e me permite sonhar sempre...beijos

TODO NOSSO disse...

Olá poeta!!obrigada por sua honrosa visita ao todo nosso!!!
belo soneto,
verdade,apesar de tudo, temos q sempre espalhar amor...
vou linkar vc!!ando fazendo pesquisa,para meu tcc,vc sabe né,ano q vem me formo e estou na correria,mas sempre q puder,virei visitar esse lugar lindo!!gde abço
Lane

o que me vier à real gana disse...

No seu sentir, o de milhões, muitos, de outros seres... humanos. É fácil deixar-se seduzir assim!... Se a flor não floriu, é pq não tinha mesmo k florir!

Mais um belo texto poético, o k, no meu entender, é o mesmo k dizer: mais um pedaço de Filosofia estética.

Se puder,comente o novo texto do "real gana".

Abraço

acqua disse...

Quem dera poder viver ausente do chão e asas ter, ser beija flor rei e viver entre as flores. Hummmm

Ps. Quero convidá-lo a participar da blogagem Abre Aspas II no dia 27 de outubro. Não esqueça, vamos deixar a blogosfera ainda mais poética...
Abraços meus

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Gilbamar, grata pela tua visita ao meu espaço, fiquei muito feliz!... Assim fiquei a conhecer o teu maravilhoso blogue, onde um belo Soneto Reina em todo o seu explendor...

" Foi fácil deixar-me guiar pelo vento e permitir que uma flor me seduzisse "

Nada mais belo, mais suave, saído do teu coração para o Mundo!...
Encantada eu fiquei, deixo-te beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha


P.S.- No meu perfil encontras mais três blogues, onde com fotografias minhas tento dar a conhecer as Ilhas que me viram nascer! Os Açores, pode ser que gostes, beijinhos,
Fernandinha

Késia Maximiano disse...

Aaahh q lindo! De uma leveza sem tamanho.. Adorei

Walnélia disse...

Adorei ler tuas poesias e crônicas,querido poeta!
Grande abraço,Gilbamar.
Boa semana com saúde e muita inspiração poética
Walnélia Pederneiras