sábado, 11 de outubro de 2008

ESSA PAZ!





Essa paz que eu tanto procuro
e que parece fugir de minhas mãos,
está, talvez, num lugar obscuro,
morreu nalgum canto do coração?
.
Tanto por ela lutei, eu juro!
Sim a busco para promover a união,
essa paz que eu tanto procuro
e que parece fugir de minhas mãos
.
Por ela tateei no escuro
não me deixando levar à emoção,
desse anelo nunca descuro,
e quero pegar com minhas mãos
essa paz que eu tanto procuro

7 comentários:

EternaApaixonada disse...

Lindo!
Que a busca da paz nunca morra!
E que seu domingo seja bem tranquilo!
Abraços

Betania Lisboa disse...

Oiiii Gilbamar tudo bem?
Adorei a poesia.
Gostaria de agradecer pelas mensagens carinhosas em meu blog. Já peguei o selo. Vou inserir no blog.
Um grande beijo de uma Beija-flor

O Profeta disse...

Atravesso o céu em sonhos
Três aves do mar, três raios de sol, três punhais
Seguem-me apontados à solidão
Ah este vento que sopra nos brandais



Um feliz domingo para ti


Abraço

Uma Ilha disse...

Uma paz que também gostaria de encontrar, gostei desta paz, a música me levou por ai e sai daqui em paz.Uma ilha

Eliane disse...

Adorei as suas poesias.Suaves,encantadoras e apaixonantes.Parabéns!

Diosaoasis disse...

Bueno

M.L disse...

Muy bonito escrito. Buscar la paz .. y así la tranquilidad del corazón, del existir.
Un beso grande Gilbamar.
Buena semana.
M.L