quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

PÁSSAROS SÃO POESIA

Pássaros são poemas vivos com asas
cujas penas são por versos enfeitadas
e lá no espaço refulgem feito brasas
chilreando poesias encantadas

Eles como que surgem na natureza
talvez por atos de súbita magia,
quiçá são condutores dessa beleza
que nos faz ver o mundo com alegria

Voluteando em seus vôos delirantes,
poéticos, são amigos dos amantes
decerto cúmplices em forma de rima

Não lhes tiramos do ninho a inspiração
nos enlevos românticos do coração?
Eles nos piscam os olhos lá de cima

13 comentários:

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

Olá querido Gilbamar, belíssimo Soneto, leve como os pássaros que são poesia... SUBLIME Amigo!
Quer na Poesia ou nas Crónicas, tu és perfeito!...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Christi Xavier disse...

A poesia nos faz voar, vôos altos, mesmo quando existe dor, choro ou sensação de abandono
A poesia é o laço de fita, é a caixinha de música, é o som da melodia, são as palavras do nosso coração e do coração de quem a lemos.
Que delícia é poder ter asas frente a tantos chãos, que temos que pisar.
Que delícia é ouvir o lado emoção, quando a razão só quer gritar
O poder da poesia, é além do céu, são asas a nos vestir

Muito lindo soneto.

Abraços,
Chris

Ana Martins disse...

Caro amigo Gilbamar,
que soneto Fantástico!
Adorei, adorei...

Beijinhos

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Pássaros carregam nossos sonhos em suas asas!
beijos e borboleteios

Adrisol disse...

hola gilbamar!!!!!!

hermoso poema el de hoy, lleno de ternura y con profundo sentimiento.....
continúa escribiendo así!!!!!!!
un abrazo enormeeeeee y gracias por el traductor de tu página...

Marysol disse...

Qué bonito poema! tienes razon, Gilbamar,las aves son poemas emplumados...Verlos volar por el azul cielo endulza nuestras almas.
un abrazo apretadito para ti.

Alice disse...

Gilbamar,

Sabe, adoro pássaros.
Aqui onde moro ( Ubatuba) é o maior observatório natural com o maior número de espécis livres do mundo.
Vem gente de todo lugar para observá-los. No meu jardim, todos os dias encontro tiês sangue, saíras das mais váriadas cores, joão de barro, sabiás... é a coisa mais linda e divina !


bjus pra vc

Marcella disse...

Pássaros são tudo isso mesmo! Trazem inspiração! Adoro!
Beijos, querido!

Val Du disse...

Caro poeta, aproveitou o vôo dos pássaros nas asas da liberdade que encontra harmonia com a natureza que é viva, e que brilha e ilumina as nossas vidas.

Adorei!
Só mesmo quem ama a natureza p/ criar coisas tão lindas.

Um forte abraço.

Isa disse...

Os pássaros são como diz! Vê-los voar é um encanto...
Como aprecio a sua escrita,seja prosa,seja verso!
Beijo amigo.
isa.

Caperucita disse...

Siempre es un gusto leerte, la pena esque a veces no capto bien todo el escrito a unque a grandes rasgos consigo comprender.

Seguiré viniendo y poco a poco aprenderé.

He puesto el premio que me distes en su vitrina, mañana si puedo lo pondré en primera página con todos los requisitos.

Gracias amigo eres un sol.

RECORDAÇÕES disse...

Olá Gilbamar, lancei-me neste delicioso mundo dos "blogs" recentemente e, adorei passear pelo seu espaço. Este sonete é de uma sutileza incrível.Nos faz sentir como pássaros voando pelo infinito.Parabéns! Um beijo no seu coração.]
Ivani.

Fernanda disse...

Lindo. Os pássaros, como tudo na natureza são pura poesia, arte, vida, beleza. :D


Beeeijos!