terça-feira, 27 de janeiro de 2009

NESSE MAR ENCAPELADO

Imagem do Google


Devora o mar em turbilhão
o silêncio apaixonado,

e dele brota um coração
que grita desesperado

Que grita desesperado
nas brumas da escuridão
posto que abandonado
e relegado à solidão

E relegado à solidão
porque nunca foi amado,
entregando-se à ilusão
o pobre ser tão magoado

O pobre ser tão magoado
desprovido de razão,
ao desvario legado,
no mar virou um furacão

No mar virou um furacão,
tonto, desmiolado
por causa da desilusão
pos-se tenso, abalado

Pos-se tenso, abalado,
ficando sem comunhão,
por seu amor congelado
perdido em aflição

Perdido em aflição,
na tristeza enfiado,
rendeu-se à destruição
nesse mar encapelado

Nesse mar encapelado
lembrou-se da triste canção
que o tinha maltratado
nos toques do seu refrão

Nos toques do seu refrão,
pobrezinho tresloucado,
não tinha outra reação:
tornou-se endiabrado.

#####

VOCÊ JÁ LEU MEU LIVRO DE TROVAS "O ATAQUE DE LAMPIÃO A MOSSORÓ - Trovas" ??



Se ainda não e estiver interessado (a) em adquirí-lo, basta acessar o site da editora:

www.biblioteca24x7.com.br

e seguir os passos para comprá-lo.

Obrigado por prestigiar o escritor brasileiro!




********************


Este selo muito mimoso recebi da amiga GIANE, do maravilhoso blog alfarrábio . Fiquei profundamente agradecido por sua terna manifestação de amizade.

18 comentários:

Vivian disse...

...boa tarde, poeta!

delícia passear por aqui
neste mar de ternas poesias.

bjusss

Diosaoasis disse...

Que bello escribes, de inagotable delicia de leer.

Pico minha ilha disse...

Comentei mas não sei se entrou.Abraço

paula barros disse...

Depois que um coração fica desiludido e mal amado parece que o mar vira furacão.

abraços.

cynthia disse...

Es un placer sumergirme en tus versos.. una visita que hago con muchos gusto..

besos muchos

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

É sempre belo o passeio feito por tuas palavras, poeta!

beijos e borboleteios

Multiolhares disse...

A solidão é um sentimento que nenhum ser deveria sentir, e a solidão no meio da multidão penso ser a pior.
beijos

Adrisol disse...

hermosos versos,querido amigo.........profundos y sentidos, como todo lo que haces.

felicitaciones y un enorme abrazo

Ana Martins disse...

Caro amigo,
mais um lindo poema!!!!
Mas para nós já não é surpresa, assim nos habituou!

quando puder passe em meu blogue, há lá um presente para si.

Beijinhos,
Ana Martins

Sonia Schmorantz disse...

Mira-te pelo calendário da flores
Que são só viço e esquecimento.
Desprende-te dos ofícios do dia,
Apaga os números, os anos e anos,
Releva a data de teu nascimento.
E assim, por tão leve sendo,
Por tão de ti isento,
De uma quase não resistência de pluma,
Abraça o momento,
Te apruma,
Tome por bagagem os sonhos
E apanha carona no vento.

(Fernando Campanella)

um abraço

Chris disse...

Bom dia Gil querido !!!

Que Deus transborde seu dia de alegria
Lindo poema, encantador, as palavras se cruzam e se namoram
Parabéns pelo selo, merece todos, gostaria que vc por favor, recebesse um meu, que me foi entregue pela Tatiana, do Simplesmente Amor, está do ladinho da tela, Sobreviventes ao Romantismo, eu não fiz post sobre, mas eu gostaria de lhe entregar.

Vou dar uma entrada nesse site, pra te prestigiar, porque a nossa literatura e ainda mais conhecendo o autor por trás de seus livros, dá mais vontade de ler...

Bjs no coração

Ana Maria disse...

Venha comer bolo!!!!

Ana Maria disse...

Venha comer bolo!!!!

Cleo disse...

Gilbamar, que lindo o novo visual, beleza. Varias poesias divinas, parabéns. Navegar neste mar é uma delícia.
Beijos carinhosos.
Cleo

isis de la noche disse...

hola Gilbamar!!!!


veo que tu blog luce diferente ¿eh??

me gustó mucho tu escrito... me he quedado pensando, ensoñando esta imagen: "el silencio apasionado" del que brota un corazón..

quiero, de paso, agradecerte por tu comentario y decirte que "El reino de las letras sensuales" es un blog que publica relatos eróticos de autores de diferentes países. Si deseas, lo puedes visitar en:

http://letras-sensuales.blogspot.com/

o pinchando la imagen al costado de mi blog, o en el link de la última entrada...

El título de mi relato es "¿Te acuerdas?"

un abrazo inmenso..

Deusa Odoyá disse...

Olá meu amigo poeta!
Obrigado por sua visita o meu cantinho.
Um mar de poesias iluminado.
Muito linda sua poesia.
Parabéns...
Uma semana abençoada por deus.
Fique a paz.

Sua amiga.
Regina Coeli.

Myr disse...

Podra estar deseperado, entristecido.....
pero siempre tiene la fuerza palpitante del espiritu
representada en los caballos
de la foto.

Muchas felicitaciones por tu libro!!!! y tambien por el premio que tu amiga te otorgo.

Y la foto que pusiste de ustedes dos es muy linda!!!! (en tu perfil)
Abrazos

Gabiprog disse...

Que pequeños nos hace el mar.
Magia y magnetismo a partes iguales.

Un abrazo.