quarta-feira, 4 de novembro de 2009

NUNCA DESISTO DO AMOR

Agarro-me a qualquer fio de esperança
enquanto o sopro de vida permanece;
um olhar carinhoso, a mão estendida,
um gesto de amizade, dóceis atitudes,
esboço de fraternidade, sorrisos gentis
tudo é razão para acreditar no amor.
Não deixo caminhos fechados na jornada,
olhares perdidos, ar de desalento,
melancolia, pessimismo, sonhos mortos;
busco somente estradas iluminadas
por sublimes mãos abençoadas
por onde todos possam caminhar
sem pedras ao longo do trajeto,
sem óbices, desprovidas de obstáculos,
com luares acesos no céu de estrelas,
os passos firmes no rumo mais correto
os olhos a vislumbrar o ponto desejado.
Abraço os anelos positivos, a felicidade,
e vou afastando os espinhos das rosas
para descobrir perfumes nunca dantes
percebidos nos jardins da existência;
as ervas daninhas arranco e desprezo,
afasto galhos secos e árvores caídas
para deixar o chão plano durante
todos os instantes da caminhada.
A vida é bela e curta demais
para ser desperdiçada em lamentos,
já há tristeza em demasia em derredor
agora é necessário somente querer a vida,
não desistir nunca do amor e jamais
abandonar os bons eflúvios da esperança.

Gilbamar de Oliveira Bezerra

7 comentários:

Úrsula Avner disse...

Olá caro poeta, o verdadeiro amor é nosso porto seguro... belos versos ! Um abraço.

La Gata Coqueta disse...

Hay esa esperanza que jamás hay perderla, para vivir la vida en todo su esplendor. para enamorarse de nuevo si es preciso, para compartir amistad en resumen vivir ir dejar que se escape ni un soplo de ella.

¿Que seria amar sin esperanza?...
seria ir muriendo poquito a poquito con la inseguridad de que la felicidad no es ni cierta ni sincera....

Un placer tu paso por la casa, me he sentido muy reconfortada.

Un abrazo y un beso de corazón.

Hasta otro momento

Ciao

Marí

Ana Maria disse...

A vida é bela e curta demais, desistir do amor para que?
Parabéns meu poeta!
Beijinhos de boa noite!

*Lisa_B* disse...

Não perder a esperança é a palavra de ordem dos dias de hoje para tudo...
Viver sem amor não é viver...é passar pela vida sem deixar ou levar marcas, lições, momentos que valem tudo.
Beijinhos

Ana Maria disse...

Tenha um final de semana harmonioso e beijinhos iluminados!

Ana Martins disse...

Bonita forma de sentir e estar na vida!

Beijinhos,
Ana Martins

Isa disse...

Como gosto e admiro a sua Poesia!
Ela é o retrato fiel da sua Alma.
Beijo.
isa.