sexta-feira, 14 de novembro de 2008

SONHA, ENTERNECE E FINGE



Em especial quando o poete finge,

Porque sendo ele um galanteador,

Muito mais sua poesia atinge

A todos quantos o sabem um doce fingidor


*

Não é a poesia etérea, abastrata,

E o vate dessa fantasia o seu condutor,

Manejando versos revive e retrata

Dos olhos a beleza, da alma o desamor?


*

Não queiram do poeta o pensar concreto,

O real, o perceptível, mas peito aberto

E coração que devaneia, ama e cinge


*

Cobrem dele, sim, apenas e tão somente,

Não ser só pragmático, mas indolente,

Sim, alguém que sonha, enternece e finge




Informo aos caríssimos amigos deste blog, em especial aqueles com quem estou em contato diariamente através dos comentários e visitas, que o meu livro O ATAQUE DE LAMPIAO A MOSSORÓ - Trovas, foto da capa abaixo, pode ser adquirido pelo site da editora: http://www.biblioteca24x7.com.br/

39 comentários:

♪ ♥ ♪ ♥J♀SELYN♥ ♪ ♥ ♪ disse...

Hay cosas que desde la poesía no las podías decir y apelan al escribir, soñar, enternecer y fingir verdades que quiero decir, y las mentiras también. No existen verdades comprobadas, pero hay mentiras evidentes. El amor tiene sus trampas; no siempre enamorarse es por sí constructivo; todos las poetas intentan encantar y no desencantar.... Sigue adelante y fortalece tu vocación escribiendo siempre la voz de tu corazón... Que Dios te Bendiga tremendamente hoy y siempre... Gracias

elisabete fialho disse...

Poeta, é sabedoria
Esconder a alma arranhada
Com palavras em forma de magia

Não é fingir
Não é enganar
É simples fantasia
De quem escreve o verso
Ainda por encontrar

Quem lê e se delicia
Ao vento grita
-È fingidor,é enganador
Mal sabe no peito
Do escritor qual
O tamanho de sua dor

Abraço bom amigo

cynthia disse...

La libertad que nos regala la poesia.. el poeta juega con la fantasia y la realidad.. al filo de lo imposible y presente.
Un mundo de sensaciones fingidas, sentidas.. un mundo magico de sueños y pensares.

besos.. buen fin de semana.

isis de la noche disse...

mm.. qué bello poema..

las palabras florecen como la rosa.. en el alma del poeta..

en tu alma.. ;)

Un abrazo amigo..

Isa disse...

Já o dizia Fernando Pessoa.
Abraço.
Bom fim de semana.
isa

BC disse...

Alguém que sonha enternece...
É preciso sonhar sempre, como dizia o poeta "O SONHO COMANDA A VIDA"!!!!

AINDA HEI-DE DESCOBRIR COMO PÕEM AS FLORINHAS A MEXER (informática, informática!!!!)
Beijo
Isabel

Giane disse...

Quem é o poeta?

Alguém que compõe versos para exaltar o Amor e lamentar sua dor.
Ou viceversa.

Beijos mil, Gilbamar!!!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

belas palavras, bela poesia.
beijos

Romicas disse...

Palavras bem organizadas, bem conjugadas, bem escolhidas... Outra coisa não seria de esperar de quem sabe tão bem jogar com as palavras!

Ana Maria disse...

Sonhar,
enternecer
e fingir.
Lindo poema!
Beijinhos!

Val Du disse...

Poeta é um encantador de palavras.

Belas essas tuas palavras encantadas.

Bom final de semana.

Um abraço.

Vivian disse...

...é para mim uma honra muito grande encontrar um grande poeta em minha casa...

obrigada pelo carinho, Gil!!

muahhhhh

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Gilbamar, belíssimo Soneto, fiquei fascinada... Bom fim de semana... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Kai C. disse...

i love your blog... but i came from krystna's blog..

thank you

Pico minha ilha disse...

Dizem que o poeta é um grande fingidor, acho que não, pois muito que escreve lhe sai da alma, da paixão e do coração e isso não é fingimento e sim emoção e ternura, quando não é também alguma dor.Belo soneto.Abraço.S

Adrisol disse...

bella poesía!!!!
es la libertad del poeta, poder jugar entre la realidad y la fantasía.........
un abrazo desde argentina........

Pato´s disse...

Tienes un bello blog!

La poesia es muy linda pues en ella se conjuga la realidad con la fantasia y esa es una muy buena convinación!!

Besitos que tengasunlindo findey pasa cuando gustes:)

Cadinho RoCo disse...

Felicidade na divulgação do seu livro.
Cadinho RoCo

Tata disse...

Oi Gilbamar,

Muito bonito seu poema!!!

Lindo mesmo!
beijinhos e bom fim de semana

JOICE WORM disse...

Menino, estou com o seu Blog aberto há horas e já ia embora sem dizer nada! Acredita? Mas só me apetece lhe deixar um beijo muiiiiiiiiiiiito grande! Hehe...

Ana Martins disse...

Um poema soberbamente belo.
Saio daqui fascinada!

Beijinhos e bom fim de semana

krystyna disse...

I'm so glad you find my humble blogsite. Here I feel so good, you created a wonderful place.
What a bright thing to read with accompaniment this beautiful, Christmas music.

Congratulations about your book.
It is your first book?

Gerly disse...

Belo poema!

Bjokas!

:o)

TRÍPTICO(POEMAS)FERNANDA disse...

Olá quierido Gilbamar, votos de um belíssimo Domingo... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

tossan disse...

Poente galeanteador,
poeta, indolente
e pragmático.
Meu amigo...
Meu modelo
fotográfico!

Linda poesia!
Abraço

Isa disse...

Amigo,nunca me canso de o ler,de eu pp.dizer a sua poesia.
Obrigada pela visita,pelo carinho.
Abraço amigo.
isa.

Ana Paula Duarte disse...

Olá...Obrigada pela visita...Olha só o que encontro aqui...Um poeta inteiro!
Muito linda sua poesia...O poeta é fingidor?
Creio que ele seja um fingidor de si mesmo...
Abraço e até breve!
Voltarei sempre!

Gabiprog disse...

El poeta entreteje sentimientos con palabras.
No intenta comprender. No intenta liderar verdades.
Solo quiere conjugar vida de la forma más sincera que sienta.

Un abrazo.

Raquel El-Bachá disse...

Lindo! Adoro poesia. Poesia é sonho, fantasia.
Visitarei seu blog mais vezes.
Beijos.

Sonrisa de luna disse...

gracias por pasarte por mi blog y por lo que he leido o he intentado descifrar, el poema me parece muy bueno, siento no entender mas
que pases un buen dia

Diosaoasis disse...

Bello poema me encanto dice:
No la poesía etérea, abastrata, y el bardo de su condcutor fantasías...

Muy lindo lo que escribes.
Saluditos.

Camila :) disse...

a 1º estrofe é lindaa,
parabens

beejo

. fina flor . disse...

eu aaaaaaamo essa música do Alceu, que delícia ouvi-la, fazia tempo que não escutava.

beijos e obrigada por sua gentil visita, volte sempre que quiser

MM.

. fina flor . disse...

menino, que loucura, a música que estava ouvindo era de outro lugar, rsrsrs*

beijos

MM.

Esther disse...

Hola bonita poesía no sabía que tuvieras libros publicados me pasaré a verlo..

un saludo

GUILHERME PIÃO disse...

Ser poeta é um dom...
Não sabia que eras escritor, vou tentar adquirir...
Abraços

Níyume disse...

Qué bello espacio! me encanta haberlo encontrado!
UN ABRAZO DE MADRIGUERA MERCURIANA

C3-PO disse...

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

(Fernando Pessoa)

Não resisti a citar o Fernando Pessoa!

***

Marinel disse...

Los poetas son viajeros del alma, caminantes amorosos, Don juanes conquistadores y amigos de corazón...
Pero también pueden vestirse así solo para los ojos ajenos y ser distantes, ajenos al mundo de los demás.Pueden creerse el centro del universo y envolverse de poesía los hace más altivos...
Sin embargo, comprendo que se crean únicos y especiales,pues lo son y en el fondo, creo que pocos pueden guardar las distancias entre su corazón y ellos mismos.Pienso que su poesía viene directamente de sentimientos hermosos, salidos de ese cajón rojo que los gobierna...
¿Que más se les puede pedir si nos dejan tanta belleza?
Un beso, amigo poeta.