quinta-feira, 27 de novembro de 2008

TROVAS DO CORAÇÃO

Tantos amores se vão
deixando tristeza no ar,
são coisas do coração
que não se cansa de amar

E nessa árdua jornada
sem pensar no seu sofrer
sai em busca da amada
buscando um novo querer

Se perde a grande paixão
nos reveses da vida,
esse pobre coração
sofre nova despedida

Mas nesse diapasão
vai em frente a procurar
essa perfeita união
pois seu destino é amar

Ah, como sofre o coração
que nunca logra desbravar
essa doce ilusão
de seu amor encontrar

44 comentários:

mdsol disse...

O amor ...Sempre o amor e a necessidade de o cantar!
:)))

Caperucita disse...

Precioso poema al corazón y al amor.
Qué tu corazón nunca deje de amar intensamente.
Saludos y besos.

BC disse...

Muito lindo Gilbamar!
Sempre o Amor presente, é bonito de ver.
Amor seja ele qual fôr, por quem fôr deve sempre pautar a nossa vida.
Beijo natalício
Isabel

Isa disse...

Recebo sempre neste espaço carinho e amizade.
Abraço.
isa.

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Amar por amor... por ideal... Não há coração que não conheça os caminhos do amor!!!
beijos e borboleteios

Bris! disse...

iba a pasar antes por aquí, pero soy un poco despistada y se me pasó...
está muy lindo tu blog, gracias por pasar por el mío...

te espero de nuevo!

besotes!

paula barros disse...

Adoro poemas assim, que entendo. Que sinto. Que me emociona. E ainda fala de mim.
Ficou muito bonito, gosto de ler.

abraços, tudo de bom.

Agulheta disse...

Olá amigo. Adorei o poema,o coração tem tantas trovas e provas! então a foto do palhaço está linda.
Beijinho e abraço no teu coração.

Lisa

Níyume disse...

Un abrazo amigo !
Tu nueva seguidora.

Shakti disse...

Palavras sentidas que levam ao sentimento a palavra amor !!

bj

LuzdeLua disse...

Que coisa mais linda amigo.

Mas nesse diapasão
vai em frente a procurar
essa perfeita união
pois seu destino é amar

Adorei a figura o poema...
Está tudo perfeito, parabéns!
Fico lisonjeada com a tua visita ilustre ao meu cantinho humilde.
Um abraço amigo

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

...Enfim o amor, só o amor bastaria para a felicidade, esta felicidade que teima em não aparecer para muitos. Lindo Poema. Apareça sempre. beijos

Adrisol disse...

perfecto poema de amor!!!!!

te felicito gilbamar, sigue así por este camino tan lleno de sentimientos profundos.........

gracias por publicarlo para todos nosotros, tus amigos bloggeros.

un abrazo enormeeeeeeeeeeeee
obrigada.......

Eliana disse...

Boa Noite, Gilbamar

Amei as trovas do coração.
Nunca desista de amar, pois só amando temos vida, pois se não tiver amor, eu nada serei.

Uma abençoada noite para você,
Fique com Deus,
Beijos,

isis de la noche disse...

Mm... el anhelo es el alimento del corazón ;)

Un abrazo

Serena Flor disse...

Muito lindo meu querido!
O amor realmente é o que move o mundo e as emoções.
Adorei de coração! Bjs.
Serena.

krystyna disse...

I'd like to visit you today and say to you my best wishes!
I enjoyed my time being here.
Love this poem and this pic.
Thank you!

Marysol disse...

El corazón no deja de buscar el amor, es que nadie puede vivir sin él.
Hermoso poema, querido amigo.
Te dejo la dirección de mi otro blog, por si deseas pasar. Será un placer leerte ahí.
Besitos

http://marysolsalval.blogspot.com/

o que me vier à real gana disse...

... E é isso k motiva o nosso estar!

Abraço

Laura disse...

O amor, sempre o amor, estás como eu nino... e ontem referi-me aos nossos dezoito anos e aos amores de então... Beijinhos e linda poesia e adoro a ilustração, colorida, linda... Beijinho da laura..

Val Du disse...

É preciso e precioso o amar.

Beijos.

cynthia disse...

Siempre.. amar.. siempre sentir.
Que mas bello!!
Una busqueda continua..

besos. buen fin de semana!!

Gabiprog disse...

El corazon siempre necesitará sentimientos para seguir latiendo.
Incluso los que le provoquen tristeza...

Buen fin de semana.

Véu de Maya disse...

a eternidade do amor...belo poema.

abraço

Serena Flor disse...

Obrigada pelo carinho que deixou em forma de comentário meu amigo!
Um grande beijo e um fim de semana muito especial pra você!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Gilbamar... Mais um lindo poema, cantando o amor e que seria de nós de do mundo sem AMOR ?
Amigo tu escreves com o coração, pensas com a alma e amas com todo o teu ser... Obrigada Amigo por teres essa alma do tamanho do mundo... Adoro-te Amigo!
Bom fim de semana, beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Pico minha ilha disse...

O amor sempre uma constate procura e como é bom cantar ao amor neste belo poema.Abraço fraterno com bfs

tossan disse...

Vc canta sempre o amor e muito bem!
Gostei da imagem não sei por que? Abraço e um ótimo final de semana.

Luiz Caio disse...

Olá Gilbamar! Como vai?
Um coração poético nunca sossega. E parece buscar sempre a estrela mais alta... E a dor para inspirar o poeta!... Muito bonito o poeama!

TENHA UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!

isis de la noche disse...

Vuelvo a pasar para agradecerte por tus palabras amigo.. Siempre tan sentidas y sinceras...

Un gran abrazo para tooodo el fin de semana ;) que tengas hermosas horas llenas de poesía!!

Pato´s disse...

Bello bello , es un canto al amor tu poema!!

Besitos Gilbamar y que tengas un hermoso finde:)

Pena disse...

Estimado, Brilhante e Genial Amigo:
Um poema sensível. Lindo.
Fala das súplicas e desejos de um amor, feito e decorado por "Trovas Do Coração" que não ferem, não magoam, não causam dor, daí a ternura e encanto do seu versejar doce.
Quanta beleza de sensibilidade extraordinária, comporta o seu admirável versejar...???
Concebido no carinho de si, só de si.
Com um valor incálculavel. Precioso.
Quando, ternamente, diz:
"...Mas nesse diapasão
vai em frente a procurar
essa perfeita união
pois seu destino é amar

Ah, como sofre o coração
que nunca logra desbravar
essa doce ilusão
de seu amor encontrar..."

Quantas princesinhas de sonho o apreciarão...
Fantástico. Talentoso e incrível amigo gigantesco de magia imensa. Parece "brincar" com as palavras do seu coração.
Adorei! Sensacional.

Abraço forte de uma amizade sincera, respeito GIGANTE e ENORME estima.
Sempre a apreciar o que faz e faz de forma excelente.

pena

Como já devia ter reparado não comentei como Peter Pan, mas sim, num blog humilde, com mais de 400 Posts todos saídos da minha pena e, para não perturbar a "Postagem" da linda amiga Sininho que respeito e admiro, assim como o respeito e admiro a si. Creia que também é pelo respeito que lhe dedico a si.(Vinco com intencionalidade que lhe é direccionada).
Maravilhado...

Marinel disse...

Es que el corazón nació para eso,Gilbamar...para amar incansablemente.Para aún después de los reveses de la vida,las bofetadas sentidas de desamores, pone la otra mejilla con la esperanza de que esta vez sean besos los que reciba...
O coração precisam de amor sem remissão por que nasceu para ser feliz e sinto Hench se nós amamos as regras ...
BUENO...MÁS O MENOS...ALGO ASÍ SERÁ...
Perdóname por los errores.
Precioso poema.Me ha encantado.
Buen fin de semana.
Besos.

Giane disse...

Gilbamar...

Que poesia linda!
O sangue da rima não corre só por minhas veias...
Que venham mais poemas como esse!

Gostei muito da imagem que o ilustra também!


Beijos mil e não canso de agradecer suas palavras sempre tão gentis!!!

PS:Você foi convidado a participar de um desafio. Aceita? Passe lá no blog e dê uma olhada!!!

gaivota disse...

um palhacinho sorridente, risonho, a rir
lindos, os palhaços, corações de oiro!
beijinhos

Cleo disse...

Gilbamar, que delicia passear por tua página. Está um encanto, música suave, os detalhes natalinos. Os poemas de uma imensa delicadeza de alma e coração. Bravo prá você.

volto depois com mais tempo, agora estou deixando o selinho para todos.
Beijos e bom final de sábado.

http://i418.photobucket.com/albums/pp262/Stardust_049/selos-premios/y1pUtyNdgPiDe_1ZnHyxoiLJIfJ-fWS5P_B.jpg

Um olhar disse...

O canto do amor...e seus caminhos.

bjos e ótimo fds!

Dany disse...

Taí uma grande verdade... a gente passa a vida toda procurando um amor, a nossa tão sonhada cara-metade!
;)
Linda poesia!
Bjs

LuzdeLua disse...

"Quem foi que assim nos fascinou para que tivéssemos um ar de despedida em tudo que fazemos?"

Passando para te deixar um abraço e dizer que vou ali e já volto. Algo dói aqui dentro e preciso ver o que será de perto.
Peço apenas que não esqueça meu cantinho, para que me ajude a fazer do retorno uma festa.
Deixo um beijo com carinho e a certeza de que fazes parte da minha vida.
Até a volta em breve
Beijos

Emanuel Azevedo disse...

Muito lindo este seu poema. Gostaria também de lhe dar os meus parabéns pelo seu blogue. Os meus parabéns! Um forte abraço do meio do Atlântico das Ilha dos Açores.

ICH LÍEBE DÍCH disse...

Lindo poema Gilbamar!
Falar de amor...nunca tem fim!
É como uma criança gulosa, deseja tudo para si....
Bjs..Dina

Menina do Rio disse...

Pois é; temos o coração mais teimoso que uma mula...
Há coração vagabundo
quer guardar tantos amores
sem saber que no final só ficam as dores!

um beijinho pra ti

JOICE WORM disse...

Adoro sentir que amo.
Adoro fazer amor.

Selene disse...

Olá, Gilbamar!

Parabéns! Achei, simplesmente, lindo o seu último "post". Sábio versejar de um poeta experiente e inteligente.
Que a sua semana seja maravilhosa e abençoada!

Abraço fraterno.

Selene.