quinta-feira, 12 de março de 2009

PARA SER UM ESCRITOR


Escrever com precisão,
fazer um texto bonito
é tirar sangue de pedra,
rimar boi com periquito,
matar um leão por dia
catar piolho da tia,
tirar leite de cabrito

Vai garimpando palavras
como quem busca tesouro,
lá no meio do pedregulho
achar pepitas de ouro
e enquanto rabisca o texto
é só encontrar um pretexto
prá logo cair no choro

Porque escrever é magia
de quem nasceu com talento,
de umas poucas palavras
edifica um monumento,
descreve briga de galo,
mata a cobra e mostra o talo
cavalgando num jumento

Tem muita gente com medo
de empunhar a caneta,
foge dela assustada
como se fosse o capeta,
temendo que ela queime
se um dia ele teime
em escrever uma letra

Um candidato a escritor
precisa se exercitar
lendo um bocado de livros,
escrever muito sem parar,
vivend'o imaginário
de olho no dicionário
na fantasia viajar

Para ser um beletrista
paladino da cultura,
intelectual famoso
de saber e formosura
precisa de dedicação,
ter pronto um livro na mão
com a sua assinatura

*********

O DESPERTAR DE UM SONHO


Súbito o mundo acordou
de um sonho todo dourado
e viu que tornou-se balela
um povo globalizado,
despertando numa crise
meio perdido, abobalhado

Foi nos Estados Unidos
onde a pólvora explodiu
- as coisas começam lá! -
pois sempre de lá tudo partiu
e o capitalismo mundial
foi p'ra ponte que caiu

Logo as bolsas desabaram
causando medo e aflição,
veio rápido o desemprego
no centro do furacão,
do que o capeta amassou
restaram migalhas de pão

Cá no Brasil Lula dizia
que tal crise era marola,
quando chegasse por aqui
nenhum problema, ora bola!
pois o País estava pronto
prá enfrentar a tal "senhora"

Não foi bem assim, contudo,
quando a batata esquentou,
as demissões começaram,
logo o comércio estagnou,
as indústria recuaram
e o crescimento do pib parou

Ora, sendo a crise mundial
por que aqui não chegaria?
Se todos os países sofrem
a nós também alcançaria
essa grande bola de neve
destruindo a economia

Quem disse não haver crise?
Só não enxerga quem não quer
que essa grande pororoca
uma marolinha é que não é,
parece mais com o dilúvio
por Deus revelado a Noé

E nela estamos mergulhados
do tornozelo ao pescoço,
com quem ficará a carne,
pois ao povo resta o osso?
Os ricos comerão a polpa
e o pobre roerá o caroço?

E fique bem esclarecido
como o trem anda na linha
que o momento é delicado,
não é canja de galinha
e Lula já está sabendo
que não é uma marolinha.

22 comentários:

Marysol disse...

Que bonito te quedó querido Gilbamar...tú si que sabes jugar con las palabras...Como siempre, es un lujo leerte.
Abrazos

paula barros disse...

Ser escritor é falar do ser escritor, é falar da crise mundial.
É fazer o leitor ler sem nem respirar. De um gole engolir as palavras sem nem piscar.

Gostei demais.

O da crise devia sair em alguma coluna de um bom jornal. E o outro estudado nos cursos de letras, nas oficinas literárias.

abraços

Isa disse...

E o meu Amigo já o é e d bons!
Bem visto esses dizeres.
O 2º texto é a triste Realidade!
Como é possível um País como o Brasil,rico,ter os problemas q.tem.
Dói-me,acredita?
Abraço.
isa.

Menina do Rio disse...

Belissimas inspirações! Como não sei escrever, deixo tudo no rascunho mesmo!

Um beijo pra ti amigo

Hariane disse...

Os recheios ficaram ótimos: cômico e real. O segundo concordo com Paula, bom demais!

Bjus floridos!

Alice disse...

Ler-te agrada minha alma .....




beijos para ti

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Ai palavras, ai palavras!
Que estranha potência a vossa!!!
O primeiro texto é uma descrição sobre o trabalho do escritor.

E o segundo texto, uma crítica social em versos, comovente!

Beijos e borboleteios

Maripaz. disse...

que belleza de poemas
te felicito muy bello tu blogger saludos

Níyume disse...

Para ser un escritor, es ueno tener aigos como tú.
Como siempre Preciosas letras!

Abrazos para ti y la bella Ana.
Su siempre amiga

Liliana G. disse...

Para ser escritor también se necesitan el sentimiento a flor de piel y la capacidad de expresión, aunque lo has definido de maravilla.
Y de maravilla es "O DESPERTAR DE UM SONHO", un poema tan fresco, como caldeado es el asunto de la crisis, que a todos nos pega no importa de qué países seamos.
Es muy grato leerte.
Besos.

manzas disse...

Provei o fel sabor de uma outra vida
Nas ruas desnudadas, lotes incertos do sem andar…
Caminhei pelos desertos secos de alma perdida
Entrando pela porta em que ninguém quer entrar

Passando para dizer,
Que me apraz aqui estar…
Que nesta sexta-feira treze,
Aconteça o que acontecer
Um bom fim-de-semana irá ser
E que o amor e paz possa reinar!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Carla disse...

escrever é magia sim!
beijos e bom fds

Christian. disse...

..............|......|::...'..|:::..|
.....--._._...:.._._.--..,.'.:::|..
...(..,..`...........`..,..)..:::..|.
....'-/....................\-'.|::...|.
......|..o...../\....o...|....::..:|.
......\......._\/_....../.:.'.::...|.
....../'._....^^..._.;__..::...|
..../`....`""""""`........`\=.|.
../`............................./=|.
.;...............'--,---------'=...|.
.|....................`\........|....|.i
.\.......................\___.:..:.|.
./'.............................`\=..|
.\_/`--......_................/=..|
.............|....`-.........../=.:.|
.............|.:......`-.__./`.....|

HOLAAAAAAAA TE DESEO UN BUEN FIN DE SEMANAAAAA Y GRACIAS POR COMPARTIR EN NUETSRO MUNDO ANIMALLLL, YA VEREMOS QUIEN GANA
CON EL MEJOR DISFRAZZZ ANIMALLL JEJE, SALUDOSSSSSSSSSSS DE TU AMIGOOOO CHRISTIANN...

LuNa... disse...

HOLA QUERIDO AMIGOOOO
PASABA A DESEARLE UN FELIZ FIN DE SEMANA....
QUE DESCANSES Y RENUEVES FUERZAS
PARA CONTINUAR....

UN BESO INMENSO DESDE MI LUNITA...

NUNCA DEJES DE BRILLAR

LuNa

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Vejo aqui a sua própria maneira de contemplar o mundo. De forma poética, com leve melodia nas palavras. Já virei fã.
Um abraço

Marinel disse...

No cabe duda de que para ser escritor, hay que leer mucho, tener osadía para lanzarse y una gran sensibilidad para poder reflejar con la mirada limpia lo que los sentimientos nos dicten y hacerlos magia...
En cuanto a la crisis...qué decirte...has poetizado una situación bastante catastrófica en la que el desánimo general no parece calar en los gobernantes, que la esquivan como si se tratase de la enfermedad más contagiosa conocida jamás...
Siempre preciosos poemas, bellas letras de las manos de un escritor como tú.
Besos, amigo Gilbamar.

BC disse...

E ser escritor é tudo isso.___________

É sonhar, é voar é ir onde os outros não vão.__________

Nas terras da fantasia e da magia, e pintar palavras._____________

Largar sorrisos e lágrimas ao mesmo tempo.______________
Beijo
Isabel

Ana Martins disse...

Caro Poeta e amigo Gilbamar,
duas lindas e fantásticas poesias que primam pelo rigor da escrita e pela verdade nelas contida!!!!!!

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

Jéssica disse...

Concordo totalmente com o primeiro poema. Quem pensa que escrever é besteira está muito enganado!

Obrigada pelo comentário e volte sempre! :) ;*

Maria disse...

E fique bem esclarecido
como o trem anda na linha
que o momento é delicado,
não é canja de galinha
e Lula já está sabendo
que não é uma marolinha.
Amei esta parte, obrigada pela visita.
abraços

Sônia Brandão disse...

Ficou muito bom o poema "Para ser um escritor". É uma boa lição para aqueles que acham que escrever é coisa fácil.
Abraços.

Anônimo disse...

Olá, Gil.

Eu fico muito feliz em merecer a tua visita nesse espaço que é dos amigos mas, sobretudo fico agradecida pelo comentário que sempre deixas e com o qual presenteias os leitores que chegam em seguida ao teu.

Muito grata pelas palavras sempre tão gentís,

Abraços,

Mai