sexta-feira, 10 de julho de 2009

DEIXANDO O SORRISO VOAR


Sonhos são o suporte da alma
quando o mundo se fecha
somente a introspecção
revela o que vai no coração
Ninguém é uma árvore numa
floresta devastada para
sobreviver à solidão
do abandono amargo
Todos necessitamos alguém
encostando a cabeça no ombro
respirando o oxigênio do amor
deixando o sorriso voar
sentindo o pulsar das veias
passando e recebendo calor
usufruindo e se entregando
presenteando carinho mútuo
fazendo a vida ser melhor
envoltos os dois no êxtase
abraçando e abraçado
beijando e sendo beijado
afagando-se recíprocos
edificando uma linda união
formando alicerces de vida
plantando sementes de alegria
e quando se olham nos olhos
não vêem rostos, só corações.

4 comentários:

*Luna disse...

Hola cielo un precioso poem me encanto
un beso y feliz fin de semana

paula barros disse...

Quando o amor é recíproco, repleto de carinho, ternura, respeito, cumplicidade...é um sonho.

abraços, bom final de semana.

Carmem disse...

Que bom ler este poema hoje!...

Beijo e bom final de semana!

Giane disse...

O Amor é maravilhoso.
Ninguém é uma ilha, fato.
Pode-se até sobreviver a solidão, mas dúvido muito que se sobreviva a falta de Amor.
Amor está em tudo. Até na Inspiração.
Você que o diga, Amigo Gilbamar.

Beijos mil!!!