segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A ARTE DA POESIA




Não é poesia admirar pássaros 
recortando silenciosamente os céus?
Não é poesia o meigo sorriso 
de uma formidável mulher?
Não é poesia um crepúsculo 
em que o céu se pinta colorido 
e parece arder no infinito?
Pois quando pássaros voam, 
mulheres sorriem e o sol se põe 
pintando a face do céu, 
a poesia aflora da alma do poeta.

Gilbamar de Oliveira

Um comentário:

Tadzyo_o disse...

Parabéns pelo seu trabalho! Gosto muito dos seus poemas! Grande abraço!